Tag Archives: creative

O que eu faço com esse skate velho?

Postado em: 05/04/2013

Categorias:
sk8-carlos

O que não conseguimos reutilizar hoje em dia?! É difícil pensar, pois com um pouco de criatividade conseguimos transformar coisas que se tornaram inúteis em algo que possa ter valor novamente.

Então, aquele skate velho que está abandonado, também pode ter serventia novamente! Podemos pensar nele não só como um pedaço de madeira resistente, mas como algo “cool” e que não terá aquela cara de “trouxe lixo pra minha casa para ser ecológico”.

As possibilidades são infinitas, desde instrumentos musicais a vestuário. Veja alguns exemplos:

Skate e música tem tudo a ver. Então por que não uma guitarra feita de skate?! Foi o que fizeram os amigos argentinos  Ezequiel Galasso e Gianfranco de Gennaro:

Por ter um material resistente, outra ideia é utilizar como degrau de escada:

Como não poderia faltar, também tem capa para iPhone:

Uma prancha feita de outra prancha, mas para um esporte diferente:

Utilizou o shape do skate mas não sabe o que fazer com os trucks? Uma utilidade bem legal pra eles:

Ou até algo bem simples, como um abridor de garrafas, feito pelo Designed Good:

Que tal esta linha de óculos, com armações feitas com skate reciclado?

Estilosos móveis para sua casa:

E esculturas, feitas pelo artista guatemalteco Dario Escobar:

E outras, feitas pelo artista japonês Haroshi:

Tudo isso tem a ver com o Ilha Design e mais ainda com o nosso tema do ano de 2013, mas isso, é assunto pra outro post!

Post por Carlos Victor da Silva.

Cacique Almir Suruí – 53º mais criativo pela Fast Company

Postado em: 10/02/2012

Categorias:
Ilustração por Laís Pedroza

Eis aqui alguém que muitos ainda não conhecem, mas deveriam: Cacique Almir, líder do povo Paiter-Suruí, localizado em Cacoal, Rondônia.  Esse é um dos três brasileiros que entraram para o ranking das 100 pessoas mais criativas dos negócios em 2011 pela revista americana Fast Company,  ficando em 53º lugar, na frente do 58º Eike Batista e atrás do 50º Nizan Guanaes.

O que ele fez para estar lá? A melhor pergunta seria: “O que ele tem feito?”, já que essa pessoa enfrentou ao longo da vida várias ameaças por simplesmente defender sua terra. E foi pensando nisso que resolveu ir até o Google sugerir uma parceria, que deu muito certo. Juntos implantaram um sistema de monitoramento móvel do território indígena, que visa reduzir e denunciar o desmatamento na floresta. Mas o Google foi além, disponibilizou equipamentos e profissionais para ensinar as pessoas da tribo, permitindo que eles registrem não só as denúncias mas também a sua própria cultura, arquivando e tornando-a conhecida online: http://www.paiter.org/ !

Ao ser entrevistado por Roberto Justus, o Cacique Almir foi questionado se a introdução da tecnologia no meio da tradição não seria prejudicial para a cultura. Respondendo que não, ele acredita que as pessoas que a recebem estão preparadas, tendo-a como ferramenta para sua própria preservação, bem como a da própria humanidade e floresta.

Esse é um exemplo de brasileiro que devemos ter em mente, totalmente diferente da figura “descansada” que estamos acostumados a ouvir falar.

Cacique Almir, parabéns pelos seus feitos, esperamos cada vez mais aprender e crescer com seu exemplo!

[Por Laís Pedroza]